PARTICIPE

FACEBOOK


publicidade

23/01/2017
656 visualizações

A “minha” Festa da Lavagem da Esquina 2017 ..........ou: 30 anos foi ontem...

Foto Reprodução

Olha, não é por nada não, mas já ficou perdido na poeira do tempo a primeira vez que escrevi sobre quão maravilhosa era a “pequena” festa da Lavagem da Esquina... O que era mesmo que eu escrevia, antigamente?  Escrevia para convencer as pessoas de que esta era a verdadeira comemoração de nossa gente; ali, mais que soltar a franga, rodar a baiana, vestir de careta, a gente virava uma gente de irmãos e irmãs, tudo junto e misturado – e que isso era mais que bom, era... e é... Maravilhoso! Naqueles tempos muitos ainda “torciam o nariz” para o cortejo de “gatos pingados”. Como muita gente não ia, então os “dons casmurros” tinham um público cert[...] leia mais

Tags: Caetité Notícias,Caetité,Cidade

19/07/2014
1853 visualizações

O maravilhoso desfile de carros de boi

Na Festa da Padroeira Senhora Santana, na bicentenária cidade de Caetité, um evento se torna único por carregar ao mesmo tempo tradições cujas origens se perdem nos séculos iniciais do Brasil Colônia, e também um espírito bucólico ímpar: a Procissão de Carros de Boi. (por André Koehne) Cheda. Fueiro. Gastalho. Tambueiro. Você já ouviu esses nomes? Sabe o que significam? E “brocha”? Se você pensou numa corda feita de couro trançado, então com certeza deve estar a par do que estamos falando: o monumento cultural que atravessa o tempo, que canta e encanta - o maravilhoso carro de boi! Desde criança, lá no começo dos anos 1970, cresci te[...] leia mais

Tags: Caetité Notícias,Caetité,Cidade

30/06/2014
1816 visualizações

Festa do 2 de Julho em Caetité vai lembrar a ditadura militar

Por André Koehne

Em 2014 faz 50 anos que o Brasil mergulhou na sua mais feroz ditadura. E Caetité foi uma das cidades que mais sofreu com a ação covarde dos que, armados, passaram a deter o poder político. O maior dos crimes que foram praticados pelo regime do Golpe de 1964 foi atacar a cultura. E Caetité, sua vítima naquilo que mais tinha de precioso...“O que esta terra tem, para nascer tanta gente diferenciada?”, disse certa feita um estudioso. A resposta só havia uma: educação, cultura, conscientização... Uma coisa levava à outra. Num país de tantas injustiças sociais, de tanto atraso e tão poucos privilegiados, era inevitável que muitos caetiteenses buscassem se juntar às c[...] leia mais

Tags: Caetité Notícias,Caetité,Cidade,2 de julho,direto ao ponto,Andre Koehne,história

18/06/2014
563 visualizações

Direto ao Ponto - O Empate...

(Direto ao Ponto – por André Koehne)

Ao contrário do que aconteceu no jogo de abertura da Copa, a Seleção Brasileira empatou contra o México, no Ceará.Na cidade, o “silêncio” comum toma conta. O caetiteense parou para assistir o time do “Neymar e seus companheiros” (como insiste em falar uma emissora de televisão, passando a mentirosa ideia de que alguém jogue sozinho) e... não encontrou nada para festejar.É certo que, na volta para casa, alguns ainda gritassem, e um bar ainda tocasse uma música alta (vai que alguém maluco quisesse festejar sei lá o quê?) - mas mesmo isso logo se desfez.O empate parece ter jogado um balde de água fria no brasileiro, por aqui... Ninguém fala nada, nas redes soci[...] leia mais

Tags: Caetité Notícias,Caetité,Cidade,copa,empate,caetiteenses,jogo,Brasil,México

13/06/2014
889 visualizações

Caetité explodiu em alegria com vitória da Seleção. Por quê?

Direto ao Ponto com André Koehne.

A reação do caetiteense à vitória do Brasil contra a Croácia na abertura da XX Copa do Mundo me surpreendeu: foi como se a festa estivesse represada e explodisse repentinamente. Até o começo do jogo, tudo estava, digamos, muito morno... O que poderia explicar isso? O que foi ganho, afinal? Nas copas anteriores – mesmo aquelas onde saímos campeões (1994 e 2002) as comemorações não foram tão grandes por aqui, nem após a final, muito menos no primeiro jogo de uma série que, de tudo der certo, vai durar mais seis partidas... Vou descartar a hipótese do amigo na barraca do acarajé – de que antes o povo estava sem grana... Boa parte dos que saem festejando nem se l[...] leia mais

Tags: Caetité Notícias,Caetité,Cidade,COPA,abertura,comemoração,ruas,fatos

03/06/2014
1282 visualizações

Recebendo o CQC (bastidores da notícia – Crônica, por André Koehne)

Matéria foi exibida na Rede Bandeirantes. Foto: (Willian Silva)

Quando o Ederson Azevedo (Dezinho, como é conhecido) nos falou sobre o contato do pessoal do CQC querendo filmar em Caetité, a primeira “providência” foi convencê-lo de que era ele – e não nós – quem deveria aparecer. E, de fato, ele não apenas desempenhou bem seu papel – desempenhou maravilhosamente bem! Na terra pátria do jornalismo sertanejo (desde o século XIX com João Gumes e Ernesto Dantas), a matéria pôde exibi-lo como o “jornalista de Caetité”.  Dezinho se preparou, leu reportagens sobre o assunto, informou-se, para que os minutos em que apareceu falando fossem – como acabaram sendo – os melhores da matéria... Mas apesar de term[...] leia mais

Tags: Caetité Notícias,Caetité,Cidade,CQC,programa,bastidores,eólicas,obras,brincadeiras

16/05/2014
2439 visualizações

História de Caetité: “vila” já era emancipação, desmembramento e o escambau...

Foto: André Koehne. (Direitos reservados CN)

Por André KoehneHá alguns anos, conversando com o saudoso médico e historiador Ordálvio Guimarães, primo do cantor Moraes Moreira, trocávamos desabafos com a imensa dificuldade que tínhamos para demonstrar às pessoas que, mesmo sendo “vila”, as cidades antigamente já eram totalmente EMANCIPADAS.Estava Caetité perto de completar seus 200 anos de emancipação, então, e o brasão da cidade ostentava uma data de completa insignificância histórica – 1867. A cada Presidente da Câmara de Vereadores mandávamos ofício, solicitando a correção para a verdadeira data histórica (1810). Foi, então, quando era presidente o Julio C&e[...] leia mais

Tags: Caetité Notícias,Caetité,Cidade,Vila,André Koehne,historiador

11/05/2014
1371 visualizações

Direto ao Ponto: Dom Homero Leite Meira, o “padre da roça”

Imagens: André Koehne CN, acervo particular

Por André KoehneEm 2005 publicamos uma pequena homenagem ao Bispo Homero Meira, quando ele completou seu Jubileu de Ouro de vida sacerdotal. Ali exaramos um resumo biográfico que, hoje, com seu falecimento, vem sendo repetido diversas vezes, mesmo que sem figurar nosso nome – como no trabalho feito em 2013 pelo brumadense Antonio Novais, que cita o site mas não o autor... Também é-nos motivo de satisfação vermos as fotografias que tiramos, ainda em 2008 quando do presbiterado do hoje padre de Brumado Eutrópio Aécio Souza, nosso estimado amigo, ilustrando vários dos artigos Brasil afora. Uma pequena retribuição ao religioso que tivemos a felicidade de ouvir e admirar em diversas ocasiões. Assim,[...] leia mais

Tags: Caetité Notícias,Caetité,Cidade,Dom Homero,história,padre,André Koehne

04/05/2014
2046 visualizações

Caetité: Feira Velha Sempre Nova

(História dos lugares de Caetité – Feira Velha, parte 2 de 2)

Por André KoehneA FEIRA VELHAEm 1963 foi eleito prefeito José Neves Teixeira – popularmente Binha Teixeira (depois de Caetité foi para Guanambi, cidade que governou por duas vezes). Seu principal projeto era expandir a cidade para o oeste e, com isto, abriu a Avenida Santana onde era o Beco das Éguas.E, abaixo do Abrigo das Senhoras de Caridade, no antigo Largo de São Sebastião, onde havia apenas a Casa Branca, do Argeu Públio, resolve erguer um novo Mercado. A feira muda de lugar por decreto. Mas... o povo não aceitou prontamente! Houve reações e principalmente os feirantes do velho Mercado se recusavam a sair para o novo lugar.Dizem que, por isto, o prefeito tomou uma atitude que hoje seria impensável: man[...] leia mais

Tags: Caetité Notícias,Caetité,Cidade,Feira Velha,história,André Koehne,reviver,personalidades

01/05/2014
2064 visualizações

Caetité: Feira Velha Sempre Nova

(História dos lugares de Caetité – Feira Velha, parte 1 de 2)Por André KoehneHoje o pedaço do centro de Caetité conhecido por “Feira Velha” guarda muito pouco do que foi há cem anos, quando ali era realizada a maior feira pública do alto sertão baiano. Nos fins de tarde o ambiente se transforma no palco dos amantes da boa forma física, que ali realizam suas caminhadas, enquanto no horizonte os “Montes” recebem os últimos raios de Sol.A Praça Rodrigues Lima, nome oficial, guarda muita história, e muita cultura. Vamos falar dela, rapidamente...O LARGO DO ALEGREEste o nome original do lugar. A região fronteira ao velho sobrado, hoje pertencente ao Eutrópio Souza (pop[...] leia mais

Tags: Caetité Notícias,Caetité,Cidade,Feira Velha,história,Bairros,Cultura,André Koehne

RÁDIO CN

LOCALIZAR

MAIS CN

Greve dos Correios atinge 20 estados e o DF, diz federação dos trabalhadores

20/09/2017

Aproveite a promoção "Semana dos fogões Zema".

20/09/2017

Juiz de Guarulhos considera que espancar a filha com fio elétrico é medida corretiva

19/09/2017

voltar ao topo